Navegação estrutural

Controle de vazão preciso para aplicações externas com vazão definida

2022-10-26 07:43

Os aparelhos de controle térmico da JULABO já estão equipados na versão padrão com bombas de alto desempenho, que cobrem uma variedade de aplicações externas através de diferentes níveis de bomba. No entanto, existem aplicações nas quais, além do controle térmico preciso, é necessário adicionalmente ter uma vazão exatamente definida do fluido utilizado. Para este desafio, a JULABO desenvolveu e realizou inúmeras variantes de sistemas de medição e regulagem de vazão específicos para o cliente.

Além do medidor de vazão obrigatório, na JULABO todos os componentes necessários são integrados adequadamente em um módulo adicional, que é fixado diretamente no equipamento ou posicionado nas proximidades. Todos os componentes são adaptados de forma ideal uns aos outros e à aplicação do cliente, tanto em termos de hardware quanto de software. Isso inclui também a seleção do princípio de medição ideal para a aplicação. Normalmente, um dos dois princípios de medição a seguir é usado com várias vantagens:

Medidores magnético-indutivos

  • perdas de pressão mínimas
  • sinal de saída linear
  • comparativamente barato
  • necessidade de manutenção e cuidados mínimos

Medidores Coriolis

  • precisão de medição muito alta
  • uso universal
  • independente da condutividade do fluido
  • ixa de temperaturasgrande faixa de temperaturas
  • necessidade de manutenção e cuidados mínimos

Ambos os princípios de medição são independentes das propriedades físicas: temperatura, pressão, densidade e viscosidade do fluido. Isso oferece uma vantagem decisiva em relação a outros princípios de medição, pois essas propriedades podem mudar significativamente na faixa de temperaturas.

Controle preciso graças ao medidor de vazão

Se a aplicação externa exigir uma vazão definida com precisão, isso pode ser atingido por meio do sistema de controle de fluxo. Através do medidor instalado é determinada a vazão atual, a informação é transferida para o aparelho de controle térmico e o mesmo é regulado para o valor nominal desejado. O controle de vazão, portanto, garante a transferência de energia precisa e ideal para a aplicação. Isso é particularmente vantajoso para processos sensíveis, para um resultado de teste o mais inalterado possível.

Exemplos típicos de aplicação podem ser encontrados em pesquisas de baterias, bancadas de testes para componentes automotivos ou aeroespaciais. Mas também é possível realizar vários circuitos de controle térmico paralelos através de apenas um termostato de processo com um sistema de controle de vazão adaptado. 

Controle de vazão no caso de vazões baixas

Devido à sua função física, alguns componentes dos aparelhos de controle térmico requerem uma certa vazão mínima para poder controlar a temperatura. Se a vazão da aplicação do cliente estiver abaixo deste valor mínimo, será usado um sistema de controle de vazão com bypass eletrônico. Este último regula o controle térmico exato da aplicação com vazão e entrada de energia definidas e alimenta a quantidade excedente do fluido diretamente de volta ao dispositivo, de modo que as perdas desnecessárias de desempenho são minimizadas. As vazões mínimas geralmente são >5 l/min para termostatos de processo menores (por exemplo, PRESTO A40 ou A80) e >15 l/min para sistemas maiores (por exemplo, PRESTO W55).

Além disso, o bypass eletrônico é útil quando a contrapressão da aplicação é muito baixa com a vazão desejada (<0,07 bar) e, portanto, oferece alta flexibilidade no controle térmico de processo para vários cenários de aplicação. 

Medir e regular a vazão de forma confiável no processo de controle térmico - na JULABO não há problema

Os sistemas de medição e regulagem de vazão da JULABO permitem aos usuários a coordenação ideal da vazão do fluido, adaptada a aplicações específicas. Isso significa que aplicações com vazões exatas definidas podem ser temperadas com precisão, eficiência e confiabilidade, mesmo no caso de vazões muito baixas. Elas são usadas principalmente em combinação com os termostatos de processo da série PRESTO. Se desejado, também é possível adaptar sistemas para chillers ou termostatos de laboratório.

Ir para os exemplosTermostatos de processo PRESTO